Carregando...

Diálise Peritoneal

A Diálise Peritoneal é um tratamento que ocorre dentro do corpo do paciente, com auxílio de um filtro natural (peritônio) substituindo a função renal. O peritônio é uma membrana porosa e semipermeável, que reveste os principais órgãos abdominais, e o espaço existente entre esses órgãos é chamado de cavidade peritoneal. Um líquido de diálise é colocado na cavidade e drenado através de um tubo flexível biocompatível (cateter).


O cateter implantado para realização desse procedimento é permanente, indolor e inserido através de uma pequena cirurgia no abdômen do paciente. Após a solução de diálise ser infundida, permanece por um tempo específico no interior da cavidade peritoneal, sendo posteriormente drenada. Ao entrar em contato com o sangue, as substâncias acumuladas como ureia, creatinina e potássio são removidas, bem como o excesso do líquido que não foi eliminado pelo rim.


Assim como a hemodiálise, os resultados obtidos com esse procedimento trazem uma melhora significativa e positiva no quadro clínico. A escolha entre esses dois procedimentos dependerá das condições ambulatoriais e do próprio paciente. Vale ressaltar que, há a possibilidade de que durante algum tempo o paciente faça diálise peritoneal e posteriormente passe a realizar hemodiálise, ou mesmo ao contrário. Essa decisão deverá ser tomada em conjunto entre o paciente e o médico nefrologista, após avaliação dos resultados apresentados no quadro clínico.