Carregando...

Tratamentos

Cistos Renais

Os cistos renais são dilatações que surgem em alguma parte do néfron, unidade funcional do rim que é constituído por um filtro (glomérulo) e de túbulos que transportam a urina até a pelve renal. Essas lesões raramente apresentam a necessidade de tratamento e de maneira simples podem ser comparadas a uma bolha que cresce no rim. Além de não ser considerado um tipo de câncer, essa patologia não possui risco de se transformar em um.


Normalmente, os cistos renais são encontrados por acaso e através de exames de imagem dos pacientes e além de serem lesões benignas, não apresentam relevância clínica. Em pacientes acima dos 50 anos, a incidência de casos de cistos renais é de 20% a 50%. Outro detalhe, é que quanto mais velhos forem os pacientes, maiores são as chances de serem acometidos pela patologia. Em indivíduos acima dos 60 anos, é considerado normal o aparecimento de até 4 cistos em cada rim.


Entre os fatores de risco para o desenvolvimento dessa patologia estão: aumento da pressão interna do rim, aumento do gradiente das soluções salinas que banham o néfron e obstruções de diferentes níveis, e que podem surgir em qualquer lugar do órgão.


Os cistos renais podem ser classificados em dois tipos: simples que é preenchido apenas por líquido e possui formato regular, e os complexos que apresentam um aspecto mais sólido em seu interior e em alguns casos, áreas de fibrose e contornos irregulares. Para o tratamento e diagnóstico adequados, o paciente deve procurar o médico nefrologista, que após a identificação irá recomendar o tratamento adequado de maneira individualizada.